domingo, 28 de novembro de 2010

O Aprendiz Malazarte e a Sopa de Pedra







Malazarte se despediu do Mestre e saiu pelo mundo para polir a sua pedra bruta e depois de muito andar e com muita fome ele chegou a uma casa onde morava um casal muito mesquinho. Viu que eles tinham um bonito pomar,uma horta verdejante e muitos animais no estábulo,mas não compartilhava nada com ninguém
- Então ele disse : Bom Dia Sra ! Eu sou um viajante faminto e cansado. Venho andando há muitos dias e...
Interrompendo,disse-lhe a velha:
-Diga logo o que queres, meu marido saiu e eu estou muito ocupada .
Pois bem,diz ele,estou com muita fome. Será que a senhora pode me ajudar?
-Como ajudá-lo,nem o conheço e aqui não tenho nada para oferecer.
- Não, a senhora não me entendeu,não estou pedindo nada . Se eu puder usar o fogão, só preciso de uma panela e um pouco d’água,para fazer uma “Sopa-de-Pedra” .
- Sopa de pedra?
- É... – disse ele, retirando da sacola três seixos de pedras, bem polidos .
– Com estes “seixos” aqui ,tenho feito a melhor “sopa-de-pedra” do mundo.
A velha mesquinha e curiosa atendeu ao pedido do Malazarte e lhe deu uma panela de ferro.
Malazarte, encheu a panela com água,deu três batidas ritimadas com as pedras :toc.toc...toc jogando-as dentro e botou tudo no fogo. Quando a água entrou em ebulição, ele experimentou e disse:
- Hummm!!!... Esta sopa vai ficar ótima... Só está um pouco insossa .A Sra. Não tem um pouco de sal ? Sabe,Sra, o sal é o tempero da vida !
- Claro, disse-lhe,ela, lhe alcançando o saleiro
Malazarte pôs três pitadas e com uma trolha bem longa ele a agitou a “sopa”,experimentando novamente .
- Ótimo,está ficando excelente.A Sra. Não teria um pouco de tempero,tipo alho,cebola,pimenta? Isso acentuaria o sabor e a deixaria a sopa mais cheirosa e apetitosa
-Claro, tenho uma horta com tudo isso,já trarei.
- Malazarte ,acrescenta tudo de três em três ao que a mulher curiosa lhe pergunta.
-Por que sempre você acrescenta sempre de três em três ?
Ao que ele responde:
O meu mestre é o melhor “chef cuzinière do Oriente da França” e ele dizia :”três são as verdades que sai da boca de Deus:”Sabedoria,Força e Beleza” Pois com sabedoria estou fazendo essa “sopa-de-Pedra”Com a Força do Fogo eu transformo o alimento que preciso e a Beleza é o reflexo da felicidade que fica por sermos gratos, por ela nos ter saciado a fome.
A velha foi rápido buscar o que Malazarte pedia e se esmerava para observar e aprender para fazer aquela sopa de pedra,pois pensava que certamente poderia economizar bastante com receita tão simples.
Malzarte acrescentava os novos ingredientes na panela ,usava a trolha para mexer e em seguida fazia um ar de interrogação, dúvida.
- O que foi? – perguntava ela.
- Está cada vez melhor,mas parece-me que falta alguma coisa.... Quem sabe uma fatia de lingüiça ou carne...
Ela mais do que rápido já providenciava
– Se é uma sopa tão maravilhosa, não vai ser por falta de três fatias de carne que vamos alterar essa maravilha.
Malazarte repetia seu gesto mágico, de três em três, precipitando tudo na panela. E em seguido,respirando profundamente,repetia:-Tá ficando bom!
- Ela está boa de sal e tempero,portanto saborosa.O que será que o meu mestre poderia acrescentar para ela ficar com beleza?
-Ah! Já sei está faltando alguma coisa na cor,não achas?Quem sabe algumas folhas de couve ,uma fatias de cenoura, umas batatinhas,não resolveria esse impasse?
A mulher mais do que depressa providenciou o solicitado pelo Malazarte e já não se limitava a olhar, estava ajudando como um bom aprendiz,afinal ela queria saber todas as etapas daquela sopa tão maravilhosa . A sopa borbulhando espalhava no ar aquele perfume, que abre qualquer apetite,mesmo os fechados a sete chaves.
- Pronto! Agora ela está justa e perfeita! Traga-nos os pratos,ele disse.
Nisso,chega o marido e ela disse :
-Aprendi hoje a fazer a melhor sopa do mundo ,vais ver só
Ela trouxe três pratos, e ele serviu. Enquanto ela observava para ver o que ele faria com as pedras Ele as retirou ,uma a uma, as embalou cuidadosamente e as guardou . E ela perguntou.
-Queres me vender essas pedras? .
- As pedras? Não,não posso eu ainda as estou polindo.Mas,te dou três pedras brutas , quando elas estiverem polidas, já saberás fazer uma boa sopa !!!

Sapientia, Salus e Stabilitas

JATeixeira